Planeta Tutorial
Planeta Tutorial

Ola Visitante, Seja bem vindo(a) ao Planeta Tutorial, esta-mos em construção em breve estaremos prontos para lhe atender e fornecer-lhe tutoriais e dicas diversas para você aprimorar os seus conhecimentos e passar para outros. esperamos que você goste de nosso conteudo e se torne um Membro para poder participar ainda mais de nossas atividades. Vale também ressaltar que, Para você ter acesso aos links por ai , é necessário ser registrado, então se registre .
Se já tem uma conta no forúm,
Logue-se .
Painel de Usuario
http://planetatutorial.forumeiros.com/profile.forum?mode=viewprofile&u=-1Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens
Menu
Redes Sociais
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Translate
Últimos assuntos
» Regras da Área de pedidos
Ter 28 Jun 2011 - 17:31 por Admin

» Efeito Glow
Seg 27 Jun 2011 - 17:39 por Admin

» Efeito Brilho Suave nas fotos
Seg 27 Jun 2011 - 17:33 por Admin

» Arte geométrica com Photoshop
Seg 27 Jun 2011 - 17:31 por Admin

» Efeito Varinha Mágica no Photoshop
Sab 25 Jun 2011 - 15:20 por konan

» Montagem multicolorida com tintas e efeitos diversos
Sab 25 Jun 2011 - 15:18 por konan

» Linhas luminescentes no Photoshop
Sab 25 Jun 2011 - 15:17 por konan

» Segredos sobre design de site
Sex 24 Jun 2011 - 23:00 por konan

» Hardware para iniciantes, parte 5
Sex 24 Jun 2011 - 22:41 por konan

Estatísticas
Temos 26 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de kaironborges

Os nossos membros postaram um total de 144 mensagens em 142 assuntos
Radio Jovem Pan
Relogio
Outubro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário

Visitou

Hardware para iniciantes, parte 1

Ir em baixo

Tutoriais Hardware para iniciantes, parte 1

Mensagem por konan em Sex 24 Jun 2011 - 22:19

O primeiro PC foi lançado em 1981, pela
IBM. A plataforma PC não é a primeira nem será a última plataforma de
computadores pessoais, mas ela é de longe a mais usada e provavelmente
continuará assim por mais algumas décadas.
Para a maioria das pessoas, "PC" é sinônimo de computador.

Começando do básico, existem duas
maneiras de representar uma informação: analogicamente ou digitalmente.
Uma música gravada em uma antiga fita K7 é armazenada de forma
analógica, codificada na forma de uma grande onda de
sinais magnéticos, que podem assumir um número virtualmente ilimitado de
freqüências. Quando a fita é tocada, o sinal magnético é amplificado e
novamente convertido em som, gerando uma espécie de "eco" do áudio
originalmente gravado.

O grande problema é que o sinal
armazenado na fita se degrada com o tempo, e existe sempre uma certa
perda de qualidade ao fazer cópias. Ao tirar várias cópias sucessivas,
cópia da cópia, você acabava com uma versão muito
degradada da música original.

Ao digitalizar a mesma música,
transformando-a em um arquivo MP3, você pode copiá-la do PC para o MP3
player, e dele para outro PC, sucessivamente, sem causar qualquer
degradação. Você pode perder alguma qualidade ao
digitalizar o áudio, ou ao comprimir a faixa original, gerando o arquivo
MP3, mas a partir daí pode reproduzir o arquivo indefinidamente e fazer
cópias exatas.

Isso é possível devido à própria
natureza do sistema digital, que permite armazenar qualquer informação
na forma de uma seqüência de valores positivos e negativos, ou seja, na
forma de uns e zeros.

O número 181, por exemplo, pode ser
representado digitalmente como 10110101; uma foto digitalizada é
transformada em uma grande grade de pixels e um valor de 8, 16 ou 24
bits é usado para representar cada um; um vídeo é
transformado em uma sequência de imagens, também armazenadas na forma de
pixels e assim por diante.

A grande vantagem do uso do sistema
binário é que ele permite armazenar informações com uma grande
confiabilidade, em praticamente qualquer tipo de mídia; já que qualquer
informação é reduzida a combinações de apenas dois
valores diferentes. A informação pode ser armazenada de forma magnética,
como no caso dos HDs; de forma óptica, como no caso dos CDs e DVDs ou
até mesmo na forma de impulsos elétricos, como no caso dos chips de
memória flash.



Chips de memória flash

Cada um ou zero processado ou armazenado
é chamado de "bit", contração de "binary digit" ou "dígito binário". Um
conjunto de 8 bits forma um byte, e um conjunto de 1024 bytes forma um
kilobyte (ou kbyte).

O número 1024 foi escolhido por ser a
potência de 2 mais próxima de 1000. É mais fácil para os computadores
trabalharem com múltiplos de dois do que usar o sistema decimal como
nós. Um conjunto de 1024 kbytes forma um
megabyte e um conjunto de 1024 megabytes forma um gigabyte. Os próximos
múltiplos são o terabyte (1024 gigabytes) e o petabyte (1024 terabytes),
exabyte, zettabyte e o yottabyte, que equivale a
1.208.925.819.614.629.174.706.176 bytes. Smile

Começando do básico, qualquer PC é
composto pelos mesmos componentes: placa-mãe, processador, cooler
memória, HD, placa de vídeo, gabinete, fonte, monitor e outros
periféricos (teclado, mouse, etc.).

Essa mesma divisão básica se aplica
também a notebooks e netbooks (que tem termos de hardware estão cada vez
mais parecidos com os desktops) e também a outros aparelhos
eletrônicos, como smartphones e tablets. A principal
diferença é que neles os componentes são integrados numa única placa de
circuito (muitas vezes no mesmo chip) e são utilizados chips de memória
flash no lugar do HD.

Antigamente, a placa-mãe funcionava
apenas como um ponto central, contendo os slots e barramentos usados
pelos demais componentes. Além do processador e dos módulos de memória,
era necessário comprar uma placa de vídeo,
placa de som, modem, rede, etc. Cada componente era uma placa separada.



Com a integração dos componentes, a
placa-mãe passou a incluir cada vez mais componentes, dando origem às
placas "tudo onboard" que utilizamos atualmente (algumas placas mini-ITX
destinadas a media-centers já vêm até com o
processador e chips de memória!). Isso permitiu que os preços dos PCs
caíssem assustadoramente, já que com menos componentes, o custo de
fabricação é bem menor.

Embora componentes onboard (ou
componentes integrados, que seria o termo mais correto) tenham uma certa
má fama, eles são os grandes responsáveis pela queda de preço dos
equipamentos em relação ao que tínhamos há uma ou duas
décadas atrás. Se ainda utilizássemos placas separadas para cada
componente (como na época do 486), os PCs não seriam apenas mais caros,
mas também consumiriam mais energia e seriam mais propensos a problemas.

Para quem quer mais desempenho ou
recursos, é sempre possível instalar placas adicionais, substituindo os
componentes onboard. Um bom exemplo são as placas 3D dedicadas, que
oferecem um desempenho brutalmente superior ao dos
chipsets de vídeo integrados. Feitas as apresentações, vamos a uma
rodada de detalhes básicos sobre os componentes:


avatar
konan
Uplouder
Uplouder

Respeito às regras : Respeito as regras 100%

Mensagens : 59
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2011
Idade : 26

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum